Sobre abotoar o paletó

17 de mai de 2009 - não enviada por CamilaRufine
Nessa madrugada sonhei que tinha conhecido sua mãe, só que ela não tinha uma dúzia de cachorros. Eu e você éramos apenas amigos. Muito mais do que somos hoje, que nem conversamos mais. Saímos de carro da casa da sua mãe e passeamos por ruas deconhecidas. Você estava sereno como sempre, com aquela camiseta preta desbotada. Mais pálido, mais bonito. Eu parecia estar desinibida. Estranho, não? Fiz uma piadinha tipicamente autopejorativa sobre mim no volante e, derrepente, sofremos um grave acidente de carro. Lembro que no próprio sonho senti vergonha pela ironia da piada besta que acabara de fazer. Eu quase não me feri, ao contrário de você que sangrava muito e estava desacordado. Pedi socorro aos que estavam por perto. Eles tinham celular. Em um milésimo de segundo você voltou a ser mais que um amigo. Então senti medo. Medo de você morrer não sabendo. Fiz de tudo pra te acordar, apenas pra te dizer três verdades. Ao fim de cada uma, eu dizia: 'está entendendo?'. Você, que fazia esforço para continuar acordado, acenava com a cabeça que sim. Não tardou e o socorro chegou. Perguntei a um dos enferemeiros que te colocou na ambulância se você ia ficar bem. Ele me olhou com o descaso de quem está cansado de ver morte e disse que, em todos os seus anos de trabalho, nenhuma pessoa que tenha perdido tanto sangue resistiu. Ele estava certo. Nessa madrugada, você morreu até eu acordar. Mas morreu sabendo de coisas que, se depender de mim, morrerão comigo. Só comigo.

Ps: hoje a tarde, procurando vídeos musicais na internet, encontrei sem querer uns do Joe Bonamassa. Pode ser um sinal, mas foda-se.

.

3 Response to "Sobre abotoar o paletó"

  1. Nájyla Says:

    Você me surpreende a cada texto, a cada post eu acredito no seu potencial.

    Obrigada por enriquecer meus momentos com seus textos, adoro vc.

    Beijos Ná


    *Momento tiéte! huashuhuassa

  2. Paulinha Fernandes Says:

    *Momento tiete 2!!
    Adoro teus textos, Camis. Mesmo que eu não saiba dos segredos!

  3. Michele Matos Says:

    Eu acredito que seja melhor que ele morra sem saber.
    Mas talvez não.

    Muito bom! Bju